Prejudicados em 1980 e 1990 poupadores receberão até R$ 5 mil a vista

Na década de 1980 e 1990 muitos poupadores tiveram grandes prejuízos financeiros com a troca do plano econômico do país e agora poderão receber indenizações de até R$ 5 mil à vista. O acordo entre os bancos e entidades que representam o consumidor deve chegar ao fim até o final deste ano, segundo a intenção do Supremo Tribunal Federal. No primeiro semestre de 2018, os que possuem valores mais baixo a receber já obterão as devoluções.

O total de devoluções pode chegar aos R$ 12 bilhões em indenizações dos que possuíam um valor maior que R$ 5 mil em suas contas pagas em 4 e 6 parcelas semestralmente. Os valores receberam reajuste de acordo com o Índice de Preço ao Consumidor Amplo, o IPCA.

As informações divulgadas pela Advocacia Geral da União, responsável por coordenar as negociações, ocorreram no dia 12 de dezembro deste ano e o acordo só beneficiará para as pessoas que entraram na justiça anteriormente à decisão.

As informações anteriores eram de que os mais velhos e com valores menores receberiam de forma antecipada os pagamentos, além de ter sido negociado na época o pagamento de valores parcelados, podendo ser pagos semanalmente ou mensalmente dependendo da situação.

Essas negociações têm o objetivo de encerrar os milhões de ações judiciais contra o plano econômico que tiveram perdas relacionadas aos rendimentos das poupanças e das quantias acima de 50 mil cruzados novos que foram bloqueadas.

Os pagamentos serão feitos em lotes de acordo com o ano de nascimento dos poupadores, com exceção dos que executaram suas ações judicias no ano passado, esses serão contemplados no décimo primeiro lote.

Valores até R$ 5 mil serão pagos à vista sem desconto, os de R$ 5 a R$ 10 mil serão pagos uma à vista e duas semestrais com 8% de desconto, as de R$ 10 a R$ 20 mil serão pagas em uma quantia à vista e quatro semestrais com 14% de desconto. Os valores maiores que R$ 20 mil serão pagos com uma parcela à vista e quatro semestrais com um total de 19% de desconto.