Sergio Cortes seleciona artigo sobre torção no tornozelo

Uma das principais áreas de atuação da ortopedia é a saúde dos tornozelos.

E um dos principais perigos relacionados à saúde dos tornozelos, são as torções.

É nesses momentos de distração ou de acidente, que mais podem ocorrer as chamadas torções, ou entorses no tornozelo. Devido à essa situação ser tão comum, que o médico ortopedista Sergio Cortes reporta sobre um artigo disponível na biblioteca Virtual em saúde a BVS do Ministério da Saúde.

Sergio Cortes cita o artigo sobre a saúde não só dos tornozelos, como de outras articulações, como ombros e cotovelos, mas também com a saúde da coluna vertebral, no entanto, decide noticiar a respeito dos tornozelos para início de conversa.

A Biblioteca Virtual em Saúde, tem muitas utilidades. Oferece um sistema de busca por artigos científicos e também apresenta um grande acervo catalográfico que pode auxiliar na consulta tanto do acervo físico e como do acervo virtual.

Sergio Cortes relata os sintomas descritos no artigo, e dentre eles encontram-se:

– Dor na parte de fora do tornozelo;

– Inchaço;

– E em vezes aparenta ficar roxo;

Apesar de ser um incômodo, Sergio Cortes noticia que casos de cirurgia só são necessários em casos muitos graves ou em pessoas que praticam atividades físicas de alto nível e atletas afins.

Outro ponto afim é a recuperação que em caso de orientação médica pode envolver imobilização e se divide em três principais pontos:

A recuperação dos movimentos é a primeira fase e deve ser iniciada assim que possível. Deve-se iniciar com movimentos leves, levantado o pé para cima depois descendo-o para baixo. O máximo que conseguir ser muito esforço.

Assim que o movimento tiver sido recuperado de forma plena deve-se passar para os exercícios de Recuperação da Força. Eles podem ser um pouco mais intensos, mas tudo deve ser orientado por um médico ou fisioterapeuta, conforme reporta o ortopedista Sergio Cortes.

É fato que nos exercícios de Força, podem ser usadas borrachas, e outros equipamentos que ajudem os músculos a trabalharem com mais intensidade.

Por último deve-se partir para os exercícios de recuperação do equilíbrio. É a última parte do tratamento de recuperação, pois é de extrema importância que o paciente esteja com os movimentos e sua força devidamente recuperados para evitar outros acidentes e possíveis outras lesões.

O especialista aponta que no artigo diz que os exercícios de equilíbrio podem ser usados andadores e se o paciente puder ficar apoiado apenas em um dos pés ele pode dar pequenos saltos também. Após os exercícios recomenda-se a aplicação de gelo no local da torção.

Contudo essas dicas apontadas no artigo, não devem ser a única fonte de informação para o tratamento, pois esse deve ser acompanhado por um médico especialista, bem como os exercícios de recuperação também devem ser feito com acompanhamento de profissional.

Caso haja interesse de conhecer mais sobre o assunto, vale a pena conferir o artigo completo e também explorar outros temas na Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde abaixo.

 

Fonte