O presidente do Banco Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, e algumas curiosidades

O Banco Bradesco integra boa parte dos anos de vida do atual presidente da instituição – Luiz Carlos Trabuco. Ele tinha apenas 18 anos quando chegou à companhia bancária fundada por Amador Aguiar em 10 de março de 1943, na cidade de Marília, região Centro-Oeste Paulista. Aliás, o próprio executivo – nascido no dia 6 de outubro de 1951 – também é natural do município que teve o nome inspirado pela obra de Tomás Antônio Gonzaga, “Marília de Dirceu” (1792).

Fundada em 4 de abril de 1929, Marília fica distante da Capital São Paulo 443 km por rodovia, 529 km por ferrovia e 376 km em linha reta. A cidade é servida por duas rodovias estaduais e uma federal – a Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333), e a Transbrasiliana (BR-153).

Todavia, apesar de ter nascido no interior de São Paulo, Luiz Carlos Trabuco alçou voos maiores. O executivo formou-se em filosofia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH–USP). A instituição, que fica na capital paulista, atende cerca de dez mil alunos todos os anos e é a maior unidade da USP. Ela é considerada o principal centro de estudos em Humanidades Básicas no Brasil.

Luiz Carlos Trabuco também não parou por aí – ainda na capital São Paulo, ele fez pós-graduado em Sócio psicologia na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). A FESPSP é pioneira no ensino e na prática das modernas ciências sociais. Hoje em dia, a Fundação mantém a Escola de Sociologia e Política, a Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação, a Faculdade de Administração e a Escola Pós-Graduada de Ciências Sociais.

Dentro do Banco Bradesco, as grandes conquistas começaram em 1999, quando o executivo, aos 47 anos de idade e 30 anos de casa, foi promovido ao cargo de vice-presidente da empresa bancária fundada por Amador Aguiar. Não demorou para que o executivo passasse a acumular cargos –  em 2003, ele somou às suas responsabilidades a função de chefe da Bradesco Seguros. Nesses dois cargos ele se manteve até 2009, quando foi indicado pelo conselho de administração para liderar o banco a partir de março de 2009.

E engana-se quem pensa que o trabalho de Luiz Carlos Trabuco foi reconhecido apenas com promoções – o atual presidente do Banco Bradesco coleciona alguns títulos. Ele já foi o “Empreendedor do Ano nas Finanças”, em 2015, pela ISTOÉ Dinheiro – uma revista brasileira de economia e negócios publicada pela Editora Três. Já recebeu o troféu Personalidade de Seguros do Ano duas vezes – a primeira foi em 2003, quando assumiu o comando como presidente do Grupo Bradesco de Seguros e Previdência, e a segunda, em 2007, por conta dos quatro anos da gestão no comando da seguradora. O executivo também já marcou presença, em 2009, na lista das 100 personalidades mais influentes do Brasil, publicada pela revista Época.

Até foi cogitado para assumir o Ministério da Fazenda Luiz Carlos Trabuco foi. O episódio aconteceu em 2015, quando a presidente do Brasil Dilma Rousseff ainda estava no comando da República. Porém, o executivo não aceitou o convite.