Dois atentados em Londres chocaram o mundo nas últimas semanas

Image result for londres

No intervalo de duas semanas o Reino Unido foi palco dois atentados terroristas que mataram e hospitalizaram dezenas de pessoas. O primeiro ataque ocorreu no final do show da cantora Ariana Grande, em Manchester, quando um homem bomba explodiu a si mesmo na saída do evento. O ataque levou à morte de vinte e deixou mais dezenas feridos, a maioria crianças e adolescentes que foram prestigiar o espetáculo. No último sábado (02/05) a população ainda enlutada sofreu novo atentado tão devastador quanto o primeiro.

Três homens em uma van atropelaram pedestres que transitavam em uma área movimentada da cidade, a London Bridge. Em seguida os mesmos desceram do veículo armados com facas, desferindo golpes em quem encontrassem pela frente. Os assassinos foram mortos pela polícia no local em poucos minutos, mas, ainda assim, pessoas morreram em decorrência dos ferimentos e mais quarenta encontram-se hospitalizadas.

O Reino Unido já sofreu ao todo três ataques terroristas este ano, se levarmos em consideração o ocorrido em 22 de março perto do Parlamento no distrito de Westminster que matou cinco pessoas. Segundo as autoridades policiais, os ataques ocorridos recentemente guardam características semelhantes àquele ocorrido no início do ano.

Theresa May relaciona atentados ao extremismo religioso do islã

Líderes de Estado em todas as partes do mundo prestaram condolências, pessoas de diversos países manifestaram solidariedade para com os ingleses e a comoção mundial diante de tamanha violência. Faltando apenas alguns dias até as eleições no Reino Unido, o que pode determinar se a Inglaterra permanece ou não no bloco europeu.

A primeira-ministra britânica, Theresa May declarou que as eleições acontecerão normalmente na próxima quinta-feira (08/05). Segundo a mesma, os atentados estão ligados ao extremismo islamita e que vencer essa ideologia é um dos desafios mais importantes para a humanidade. May concorre à reeleição e na última semana enviou um porta-voz ao debate televisivo com os demais candidatos ao cargo de primeiro ministro da Inglaterra, o que gerou muita polêmica.

É necessário lembrar, entretanto, que a Europa está vivendo também uma onda de conservadorismo em resposta à crise dos imigrantes ocasionada pela guerra na Síria. Existe uma pequena parcela da população árabe que segue ao pé da letra o Alcorão e estes consistem em fanáticos religiosos. O preconceito em relação aos povos árabes, entretanto, aumenta a cada dia no velho continente.