Claudio Loureiro e Heads fazem ação publicitária no Dia Nacional contra o fumo

A Heads, agência publicitária de Claudio Loureiro, elaborou uma campanha publicitária para o Dia Nacional contra o tabaco. O objetivo da empresa publicitária queria evidenciar os efeitos malignos que o ato de fumar acarreta para a saúde humana. A UNIMED Curitiba foi quem encomendou a campanha publicitária.

Uma das estratégias elaboradas pela empresa liderada por Claudio Loureiro passou por uma cooperação com o restaurante japonês Azuki. Para a campanha, foram elaborados diversos pratos com ingredientes de elevada qualidade e de grande diversidade gastronômica. Conforme o que foi reportado por Valeria Lopes, a responsável pelo marketing da UNIMED Curitiba nesta campanha, o propósito da atividade estava na capacidade de percepção por parte dos fumadores para os malefícios que o tabaco pode causar no paladar, um dos cinco sentidos do corpo humano. Para todos aqueles que costumam fumar, e de acordo a mesma fonte, frequentar um restaurante culto e prestigiado com o objetivo de sentir o paladar da comida perde toda a relevância se fuma constantemente, uma vez que essas experiências são anuladas pelo efeito do tabaco nas papilas gustativas.

A forma como a equipe de Claudio Loureiro abordou a temática mereceu algumas palavras agradáveis pela parte de Valéria Lopes que se mostrou satisfeita com o resultado. Segundo a mesma a campanha publicitária representa “uma forma diferente de alertar. Mais imediata. Mais marcante. Que o cigarro causa males todos nós já sabemos, mas, mesmo assim, parece que as imagens de um futuro distante não influenciam tanto na decisão dos fumantes. Eles fumam igual. Trouxemos os prejuízos do agora, uma maneira de mostrar que até na fruição dos sabores o cigarro atrapalha”.

Segundo alguns números referentes ao tema, por todo o mundo existem perto de dois bilhões de pessoas que fumam. Se virmos as coisas por outro lado, um em cada quatro pessoas que habitam o nosso planeta é fumadora. No Brasil, o índice de percentagem é menor se comparado com a media mundial, uma vez que apenas 10% da população brasileira é fumante (em dez brasileiros, apenas uma pessoa é fumante).

O Instituto Nacional do Câncer apresentou um estudo que aborda o tema do tabaco e concluiu que o mesmo é a primeira causa de morte em doenças como bronquite, enfisema pulmonar e cancro do pulmão. O valor total de pessoas que falecem devido ao tabaco chega às 6 milhões de pessoas todos os anos. Mais alarmante, cerca de dez por centro são fumantes passivos (pessoas que inalam o fumo proveniente dos fumantes).

Claudio Loureiro e a Heads fizeram uma iniciativa que incidia na persuasão do público fumador para as consequências de acender o cigarro. Assim, Claudio Loureiro presumia que fosse possível que os fumantes conseguissem parar de fumar e beneficiassem a saúde das pessoas envolventes. A Heads quis passar a mensagem de que o tabaco é umas das causas para a perda de um dos cinco sentidos do corpo humano: o paladar.

Por fim nunca é demais relembrar que o tabaco é um dos produtos mais cancerígenos do mundo e as consequências podem modificar bastante a forma como conduz a sua vida.