Aos 90 anos baiana conquista seu primeiro diploma na faculdade e planeja pós

Para quem pensa que está tarde demais para estudar, a lavradora Raquel Barreto da Silva mostra que isso não é verdade. Após “uma vida inteira de luta”, como classifica ela mesma, aos 90 anos a baiana conseguiu concluir a sua primeira faculdade. Com quatro filhos, oito netos e ainda dois bisnetos, Raquel lutou a vida inteira para educar aqueles que dependiam dela. Só agora aos 90 anos que a baiana conseguiu prestigiar o ensino superior e finalmente realizar seu sonho de cursar uma faculdade.

Raquel diz para todos que querem ouvir: “nunca é tarde para aprender”, e diz ainda que a faculdade só foi a primeira conquista, ela ainda planeja realizar uma pós-graduação e se especializar na área. Agora, os objetivos da baiana é ter seu tão sonhado consultório de massoterapia.

A educação sempre foi algo muito desejado por Raquel, mas a lavradora teve poucas alternativas para conseguir estudar. O ensino médio só foi concluído na terceira idade, quando Raquel já tinha 82 anos de idade, em 2009. Mas ela não parou por aí e decidiu investir em um cursinho e a realizar diversos vestibulares quando tinha 85 anos. Depois de um ano de bastante estudo, a lavradora finalmente conseguiu passar em um vestibular em uma faculdade particular localizada em Vitória da Conquista, na Bahia. A bolsa foi concedida pela faculdade como um prêmio para Raquel por ela manter a perseverança em querer estudar mesmo depois de tanto tempo.

Dessa forma ela iniciou o curso de estética e cosmética na universidade e concluiu o curso com êxito no final do ano passado. A formatura e a comemoração do feito ocorreram somente nesse ano, no mês de março. Mas Raquel conta que parece que foi ontem que comemorava o feito tão aguardado por ela: “Eu me lembro de tudo, me lembro de cada mensagem de apoio e de cada aplauso na hora que eu me levantei para pegar o diploma. Quando eu tive o prazer de receber o diploma, percebi que quando a pessoa tem vontade de fazer uma coisa ela tem que correr atrás, seja ela jovem ou não”, disse Raquel.